É para se jogar, sem medo.

Dê asas à imaginação e supere toda a insegurança na hora que for decorar o lavabo.

Com origem na Grécia Antiga, onde as residências tinham áreas destinadas exclusivamente para as visitas lavarem suas mãos antes das refeições, hoje ele é indispensável em imóveis de alto padrão e é garantia de valor agregado numa futura negociação.

Sinônimo de charme, o lavabo é a menor área de uma residência, varia de dois a cinco metros quadrados de extensão (claro que há maiores), e exige atenção especial na hora de montá-lo. A arquiteta Isabela Canaan, do escritório Isabela Canaan Arquitetura e Interiores, lembra que não existem regras em decoração e arquitetura.

“Depois de se ater ao imprescindível, lavatório e vaso sanitário,o importante é entender que, por ser um lugar de pouco uso, é o ambiente mais adequado para ousar. É onde cada um pode soltar suas maluquices porque não vai enjoar. Inclusive na louça, onde pode-se usar cores e criar um efeito superbacana. Ser todo vermelho ou completamente branco, ter um lustre de cristal ou mesmo levar para dentro dele máscaras africanas, cada uma de umlado do espelho FOTO, para valorizar, deixar estiloso e bonito. Não há regra, apenas o perfil de cada um, conservador, ousado, refinado...”

Isabela Canaan enfatiza que é preciso pensar que o lavabo é o espaço onde todos os visitantes vão frequentar e ao ter uma identidade de impacto vai revelar um pouco sobre o proprietário.

“Mesma atitude que você pode levar para um hall.” A arquiteta explica que, apesar do lavabo ser uma extensão da sala,não precisa estar em acordo com os demais ambientes. Tudo dependerá da concepção do projeto. “No entanto, o essencial é o projeto luminotécnico. Escolha uma cor legal e defina focos de luz, use arandelas de parede para causar impacto”, orienta.

A arquiteta sugere ainda parao ambiente espelhos sobrepostos,uma parede de espelho e outro com moldura por cima ou mesmo moldura de espelho com espelho. “Fiz um projetoque ficou lindo ao usar tecido em toda a parede FOTO. Mas não um pano qualquer, a cliente escolheu umcom estampa da estilista Adriana Barra. Enfim, como o lavabo tem pouco tráfego e uso, você pode investir em seus desejos.”

Isabela indica o uso da persiana, porque o ambiente fica mais confortável do que a esquadria aparente, considerada fria e informal.

Para ela, apesar de pequeno, o lavabo tem de ser valorizado porque faz a diferença na hora da venda. “Confere valor agregado”.